terça-feira, 1 de novembro de 2016

O teu olhar


Os teus olhos cor de mel
São belos como o sol-pôr
Transmitem há minha alma
O brilho do teu amor.

Nos olhos tristes disfarças
A saudade escondida
Nesse olhar que vais mostrando
A sombra oculta da vida.

Já não posso vislumbrar
Esse olhar aterrador
Que teimas em não mostrar
A beleza desse amor.

Teus olhos loucos patetas
Rimando sonhos de amor
São duas continhas pretas
 Acalmando a minha dor.

E sempre que o teu olhar
Procura no meu, guarida
Mais pareço folha morta
Na face escura da vida.

Enviar um comentário

Publicação em destaque

ESSA LUZ QUE VEM DE TI

                                           Não desligues meu amor Essa luz que te ilumina Porque a tristeza só está ...