segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Meu Portugal




Minha vida é mar salgado
Na onda que eu procuro
Meu destino meu passado
Teu amor porto seguro.

Minha nuvem descoberta
Meu firmamento perdido
Meu sentimento deserto
Meu receio proibido.

Minha suave loucura
Minha constante ansiedade
Minha ditosa ventura
Ó meu mar de tempestade.

Meu cabo de boa esperança
Meu grito de timidez
Meu soluçar de criança
Neste canto Português.



Enviar um comentário

Publicação em destaque

CONTEMPLAÇÃO

CONTEMPLAÇÃO Saltei, brinquei, sorri e chorei Senti o vento por mim a passar. Vi os vaga-lumes no escuro a brilhar. Vi as ma...