segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Meu Portugal




Minha vida é mar salgado
Na onda que eu procuro
Meu destino meu passado
Teu amor porto seguro.

Minha nuvem descoberta
Meu firmamento perdido
Meu sentimento deserto
Meu receio proibido.

Minha suave loucura
Minha constante ansiedade
Minha ditosa ventura
Ó meu mar de tempestade.

Meu cabo de boa esperança
Meu grito de timidez
Meu soluçar de criança
Neste canto Português.



4 comentários:

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, Confesso que a poesia não é o meu forte, a sua poesia encanta-me pelo facto de ser fácil interpretação, ao contrario daquela que enrola sem à volta do amor e que nada de amor existe.
Feliz fim de semana,
AG

Mariazita disse...

Nina, querida amiga
O seu poema está muito bonito.
Gostei mesmo!
Uma declaração de amor cheia de esperança que inspira confiança no futuro.
A foto é lindíssima.

Continuação de boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Mariazita disse...

Toninho disse...

Um bonito canto do amor que se dedica.
Bjs

Publicação em destaque

CONTEMPLAÇÃO

CONTEMPLAÇÃO Saltei, brinquei, sorri e chorei Senti o vento por mim a passar. Vi os vaga-lumes no escuro a brilhar. Vi as ma...