quarta-feira, 13 de julho de 2016

Anjo perdido







O anjo que desce do espírito
Vem junto a mim
Perguntar-me:
O caminho que conduz as almas
Que andam desgarradas
Nas encruzilhadas de vidas perdidas
Que passam por nós
Tão despercebidamente
Traz o rosto tostado pelo sol
Que queima as areias do deserto!
-Esse deserto!
         Onde deveríamos nós, humildes pecadores
Estar de mãos dadas!
Para procurarmos a paz que está tão longe
Dos corações humanos
Onde brotam balas perdidas
Como se de flores se tratara!
E onde só elas deveriam nascer.
Como saberei eu responder?
Ou encontrar esse caminho
Se até o pobre anjo
Há muito dele se perdeu.

Nina Filipe.
Enviar um comentário

Publicação em destaque

ESSA LUZ QUE VEM DE TI

                                           Não desligues meu amor Essa luz que te ilumina Porque a tristeza só está ...